page up
voltar ao topo
Notícias
O romance chegou à capital e Lisboa também já está a Namorar Portugal!
Janeiro 30, 2018

Lisboa já se deixou apaixonar pelos encantos dos produtos recheados de sentimentos e afetos, inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados. Ontem, 29 de janeiro, a marca territorial do Município de Vila Verde rumou à galeria A Arte da Terra para tocar os corações de lisboetas e visitantes com a magia dos produtos inspirados num dos ex-líbris da genuína tradição minhota. A iniciativa incluiu a inauguração de uma exposição temporária de Lenços da coleção privada de Conceição Pinheiro, patente até ao dia 23 de fevereiro, a exposição dealguns produtos Namorar Portugal e a apresentação de duas novas linhas da marca, as bonecas ‘Rositas Namorar Portugal’, de Aguinalda Conduto, e as echarpes e lenços ‘Maria Verde: Pinturas em Cetim e Seda’, de Rosário João.

Localizada nas imediações do Castelo de S. Jorge, zona de grande afluência turística (nacional e internacional) na cidade de Lisboa, a galeria A Arte da Terra expõe, divulga e comercializa Lenços Namorar Portugal há precisamente vinte anos. “Esta é a nossa 20ª exposição com os Lenços Namorar Portugal. Um dos nossos objetivos é promover a cultura e divulgar o que de melhor se faz em Portugal. Já na altura, há 20 anos, achámos que os Lenços são um exemplo do que de melhor se faz em Portugal”, afirmou António Ramos, sem esconder a satisfação. “É um prazer receber a apresentação destes novos parceiros Namorar Portugal, criaram linhas de produtos muito interessantes”, afirmou.

38 dias consecutivos de amor e romance

A abertura da sessão ficou a cargo da vereadora da Cultura do Município de Vila Verde. Júlia Fernandes começou por agradecer aos responsáveis pela galeria por estarem, durante todos estes anos (20), de portas abertas para Vila Verde e para a programação turístico cultural ‘Fevereiro – Mês do Romance’, que este ano se estende ao longo de 38 dias consecutivos (26 de janeiro a 04 de março) com atividades diárias e se desdobra em mais de 100 iniciativas de celebração do amor. O ponto mais alto da programação, a Gala Namorar Portugal, acontece em pleno Dia de S. Valentim (vulgo Dia dos Namorados). A 14 de fevereiro, figuras de renome nacional do mundo da moda, da música e da televisão chegam ao concelho para dar um brilho ainda mais especial a um evento que junta centenas de casais enamorados. Gastronomia de excelência, decoração de requinte, desfile de moda, espetáculo de luzes, atuações de música ao vivo e muito, muito mais. É uma noite de magia, elegância e glamour… um autêntico conto de fadas!

“Produtos originais e românticos, que podem ser adaptados a qualquer ocasião”

De seguida, tempo para conhecermos com maior detalhe os produtos de duas novas parceiras Namorar Portugal. Aguinalda Conduto é professora de carreira (com 21 de experiência) e foi no exercício da profissão que descobriu uma nova vocação, a criação de bonecas a partir de uma matéria prima suis generis. “A história destas bonecas, fabricadas a partir de cabaças, é muito recente. Começou há dois anos, quase por brincadeira, inserida em trabalhos de arte com crianças para o Dia da Mãe”, revelou. Desde aí, a paixão não parou de crescer e o número de encomendas também não. Primeiro um familiar, depois um amigo e a seguir mais outro. O aumento da procura transformou um hobby num modelo de negócio que ganha ainda mais encanto e ternura com os motivos dos Lenços de Namorados. “Achei que seria uma mais-valia pertencer à marca e decorar a boneca com os desenhos e dizeres dos Lenços. São produtos originais e românticos, mas que podem ser adaptados a qualquer ocasião (efemérides, lembranças para familiares ou amigos…)”, frisou Aguinalda Conduto, criadora da linha ‘Rositas Namorar Portugal’.

Echarpes modernas inspiradas nos Lenços de Namorados

Por sua vez, Rosário João resolveu este ano amplificar uma paixão que conta quase uma década de história. “Pinto em seda desde 2009. Inicialmente, os meus trabalhos incidiam sobretudo em temas relacionados com o continente africano, onde nasci, mas tenho estado sempre a desenvolver coisas novas desde então”, afirmou a criadora, durante a apresentação da deslumbrante linha de lenços e echarpes ‘Maria Verde: Pinturas em Cetim e Seda’, que reinventam e transportam para a modernidade os afetos e sentimentos da tradição minhota. “Achei que seria interessante pintar com os motivos dos Lenços de Namorados, criando um estilo mais contemporâneo e mais moderno para os desenhos e dizeres. Estes produtos são feitos em seda ou cetim e pintados com tintas especiais”, referiu Rosário João, sem esconder a paixão que nutre por esta bela forma de arte. “Gosto muito do que faço. O espólio tem crescido muito, mas cada uma destas peças é feita com muito amor!”, exclamou.

“Elevar a tradição e a cultura, colocando-as ao serviço das pessoas e do país”

Presente na sessão, o presidente do Município de Vila Verde acolheu de braços abertos os novos parceiros da marca territorial vilaverdense: “Sejam muito bem-vindos a esta grande família!”. António Vilela parabenizou ainda Aguinalda Conduto e Rosário João pela qualidade e beleza dos produtos com que “brindaram a marca Namorar Portugal”, deixando também uma palavra de especial apreço para todos os parceiros Namorar Portugal. “Estes e outros parceiros estão de parabéns por aceitarem este desafio e se juntarem a nós na missão de elevarmos a nossa tradição e a nossa cultura, colocando-as ao serviço das pessoas e do país. Temos uma longa e próxima relação com os responsáveis pela galeria A Arte da Terra, a quem deixo também um agradecimento pela disponibilidade e amizade com que nos acolheram”, sublinhou o edil.

António Vilela não escondeu a satisfação pelo feedback que tem recebido dos parceiros, “todos os anos continuam a crescer e a aumentar o volume de vendas”, o que fez com que fevereiro se tornasse pequeno para tanto amor e criatividade. O Mês do Romance foi alargado e inclui também os últimos dias de janeiro e os primeiros de março. “Espero que estes, como todos os outros parceiros, possam crescer com a marca e que a marca também ganhe visibilidade com o seu crescimento. Uma relação de benefício mútuo que possa alavancar o negócio dos nossos parceiros e promover a nossa cultura dentro e fora de portas”, afirmou o presidente do Município de Vila Verde.